Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Museus’ Category

Termo de compromisso obriga entidade a realizar duas exposições sobre o tema após o cancelamento de atração com temática LGBT

 

A decisão surge após o MPF ter pedido a reabertura da exposição, o que não ocorreu

 

Após cancelar a mostra de temática LGBT Queermuseu em meio a críticas de movimentos conservadores como o MBL, o Santander terá de organizar duas exposições sobre diversidade para compensar o recuo. A determinação surge em um termo de compromisso assinado pelo presidente do Santander Cultural, Marcos Madureira, e o Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul em 20 de dezembro de 2017.

A decisão surge após o MPF ter pedido a reabertura da exposição, o que não ocorreu. Embora não haja lei ou norma que imponha a volta da atração artística, como lembra o procurador Enrico Rodrigues de Freitas, o presidente do Santander Cultural aceitou assinar o termo de compromisso. Caso o braço cultural do banco não atende as exigências, a multa é de 800 mil reais.

O acordo exige que o Santander Cultural banque os custos ou capte recursos para a realização de duas novas exposições sobre diversidade, em proporções similares à da Queermuseu.

O termo estabelece que a primeira exposição tratará da temática da intolerância, dividida em quatro eixos: gênero e orientação sexual, étnicas e de raça, liberdade de expressão e outras formas de intolerância através dos tempos. A segunda abordará obrigatoriamente o tema do empoderamento das mulheres na sociedade contemporânea, incluindo questões culturais, étnicas e de raça, de orientação sexual e de gênero, entre outras.

O procurador exige que, assim como já ocorreu na Queermuseu, o Santander Cultural adote medidas para informar os frequentadores das exposições de eventuais representações de nudez, violência ou sexo, com vistas “a assegurar a proteção à infância e juventude”.

No termo, o procurador argumenta que as obras responsáveis por causar revolta nas redes sociais “não têm nenhuma apologia ou incentivo à pedofilia”. Freitas lembra ainda que não existe legislação que exija a classificação etária para mostras iconográficas, e defendeu o princípio da liberdade de expressão.

Responsável pela curadoria da Queermuseu, Gaudêncio Fidélis depôs recentemente na CPI dos Maus Tratos, comandada pelo senador Magno Malta (PR-ES). O curador foi inclusive alvo de um pedido de condução coercitiva por parte da comissão, mas aceitou prestar esclarecimentos espontaneamente. Na ocasião, ele teve de rebater até notícias falsas trazidas pelos parlamentares. Uma das supostas denúncias recebidas pela CPI afirmava erroneamente que a mostra cancelada pelo banco Santander abrigava uma obra para crianças “transitarem entre gêneros”.

Leia a Íntegra do Termo de Compromisso Consensual

Fonte: Carta Capital

Anúncios

Read Full Post »

Human Rights Watch aponta que obras do novo museu ofereciam condições de trabalho inseguras, confisco de passaportes, condições de vida e moradia terríveis e salários extremamente baixos

louvre-abu-dhabi-opening-jean-nouvel-designboom-1800

Foto: Reprodução/Museu Louvre Abu Dhabi

O novo Museu do Louvre, em Abu Dhabi, mal abriu as portas e já está sendo acusado de ter utilizado trabalho escravo em suas obras. A ONG internacional de direitos humanos Human Rights Watch (HRW) publicou diversos documentos que relatam uma série de violações contra os trabalhadores migrantes. Em entrevista ao portal Al Jazeera, a diretora francesa da ONG Benedicte Jeannerod disse que, apesar da façanha técnica e estética, a história do edifício é desagradável.

louvre_abu_dhabi_surrounded_with_water_1

Foto: Reprodução/Museu Louvre Abu Dhabi

O relatório, datado de 2015, aponta “condições de trabalho inseguras que levam a acidentes e mortes no local de trabalho, confisco de passaportes, condições de vida e moradia terríveis, salários extremamente baixos ou, por vezes, não pagamento de salários”.

O museu ainda não se pronunciou oficialmente sobre a acusação.

Mas não é a primeira vez que denúncias como essa são feitas  sobre obras da região. A construção dos estádios para a Copa de 2022, no Qatar, onde supostamente 500 trabalhadores imigrantes indianos e 382 nepaleses morreram, também foi criticada. Ao ser questionada pelo jornal The Guardian, a arquiteta responsável pela obra Zaha Hadid (falecida em 2016) disse que não era seu dever como arquiteta resolver essa questão.

ilha Saadiyat, onde está localizado o museu, possui uma área de mais de 43 mil metros quadrados e já abriga um campus para a Universidade de Nova York e dois outros grandes museus internacionais, incluindo o Guggenheim. Em acordo feito entre a França e os Emirados Árabes Unidos em 2007, o Louvre em Paris concordou em colocar seu nome ao novo museu em Abu Dhabi por US$ 520 milhões.

O museu projetado pelo arquiteto francês Jean Nouvel possui 55 espaços e 23 galerias permanentes. Além disso, 600 obras de arte de todo o mundo estão em exibição permanente.

Fonte: Gazeta do Povo

Read Full Post »

museumweek

Entre os dias 19 e 25 de junho acontecerá a #MuseumWeek no Twitter.

As hashtags desse ano serão:

19/06-25/06 #WomenMW
19/06 #FoodMW
20/06 #SportsMW
21/06 #MusicMW
22/06 #StoriesMW
23/06 #BooksMW
24/06 #TravelsMW
25/06 #HeritageMW

Programação com os significados das hashtags

Read Full Post »

O 7º Fórum Nacional de Museus inicia hoje dia 30/05, no Centro de Eventos da PUCRS e as 19 horas terá a abertura oficial do evento. Se você está meio perdido quanto às informações sobre o maior fórum de museus do Brasil, o IBRAM lançou o App do evento. O objetivo e ampliar a participação do público e o acompanhamento das atividades. Agenda diária, perfil dos convidados, notícias, bloco de notas, perguntas e outras novidades para quem estiver em Porto Alegre! O app Ibram Eventos já está disponível para Android na Google Play e deve estar, a partir de amanhã, também na Apple Store (IOS).

image001 (1)

Read Full Post »

staff_exchange_uk_br

CHAMADA ABERTA

O Exchange Programme – Programa de Intercâmbio destina-se a construir conexões entre museus, instituições culturais e universidades criativas no Brasil e no Reino Unido. Incentiva a colaboração através da troca de conhecimentos e melhores práticas para o desenvolvimento do setor cultural, fornecendo recursos às instituições para promover a capacitação das equipes de profissionais e aumentar a compreensão intercultural, resultando em parcerias.

O British Council busca candidaturas interessadas no intercâmbio mútuo de profissionais de instituições do Brasil e do Reino Unido, permitindo que os candidatos desenvolvam uma residência com a instituição parceira ou universidade por um período mínimo de duas semanas e máximo de um mês.

Objetivos

  • Aprimorar o desenvolvimento profissional, fortalecendo assim a capacidade institucional;
  • Disseminar boas práticas inovadoras que repercutam dentro e fora dos museus, instituições culturais e universidades criativas;
  • Desenvolver um conhecimento mais amplo e compreensão de outras culturas;
  • Dar visibilidade a áreas específicas do trabalho institucional;
  • Fornecer habilidades e conhecimentos necessários para aumentar a sustentabilidade e o fortalecimento das instituições;
  • Desenvolver projetos colaborativos para implementação futura.

Quem pode se candidatar?

  • Museus;
  • Universidades criativas (ou seja, faculdades em áreas como artes e setores criativos);
  • Instituições culturais sem fins lucrativos.

As candidaturas são feitas a nível institucional e os candidatos não podem se inscrever individualmente, sem vinculação institucional e sem a anuência da instituição à qual estejam vinculados.

Os candidatos, selecionados através de seus museus, instituições ou universidades criativas, devem ser funcionários permanentes em tempo integral com um mínimo de 3 anos de experiência no setor.

Esta chamada não se aplica a residências artísticas.

Como se candidatar

Por favor, leia o Termo de Referência disponível para download no final desta página.  

Preencha o formulário de inscrição online específico desta chamada, enviando através da ferramenta uma carta aprovada conjuntamente pelo diretor ou presidente das duas instituições envolvidas na proposta de intercâmbio.

As candidaturas devem ser enviadas em inglês, uma vez que este é o idioma de trabalho do programa de intercâmbio.

Calendário

  • A inscrição deve ser enviada pelo formulário on-line até domingo 25 de junho de 2017 às 12h00 GMT (meio-dia do horário de Greenwich).
  • As candidaturas bem sucedidas serão informadas até 15 de julho de 2017.
  • O intercâmbio deverá ser realizado por um período mínimo de duas semanas e não superior a um mês entre agosto de 2017 e meados de março de 2018.

Contato

Para mais informações ou perguntas, por favor entre em contato com o British Council Brasil somente através do e-mail contato@britishcouncil.org.br.

As áreas temáticas prioritárias do intercâmbio são:

. Desenvolvimento institucional;
. Curadoria;
. Gestão de coleções;
. Expansão do alcance público, atraindo públicos “difíceis de alcançar”;
. Desenvolvimento de exposições;
. Desenvolvimento de ações educativas;
. Envolvimento da comunidade, particularmente de comunidades em situação de vulnerabilidade social;
. Participação, colaboração e inclusão;
. Merchandising e marketing;
. Desenvolvimento de conteúdos digitais;
. Empreendimentos comerciais em museus;
. Impacto econômico dos museus;
. Museus e economia criativa;
. Memória e patrimônio cultural;
. Patrimônio imaterial;
. Museus regionais, rurais e comunitários;
. Museus e Direitos Humanos;
. Avaliação de impacto;
. Acessibilidade

Inscrições Aqui

Read Full Post »

Durante o 7º Fórum Nacional de Museus (FNM) estão programados oito minicursos voltados para agentes do setor museal e estudantes interessados em conhecer o cotidiano de um museu.

Metodologias de identificação, registro e difusão do patrimônio cultural local é o mote do minicurso Inventários Participativos, que será ministrado por João Paulo Vieira – historiador e Coordenador da Rede Cearense de Museus Comunitários.

montagem_expo_maristelasimao

Maristela Simão ministra minicurso sobre montagem de exposições

A também historiadora e museóloga Maristela Simão ministra curso com orientações básicas para a concepção, planejamento, execução e avaliação de exposições. Devido ao número de vagas (40), o minicurso já se encontra com as inscrições esgotadas.

Já as servidoras do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) Luciana Palmeira e Taís Valente ministram o minicurso Plano Museológico, um dos mais procurados pelos profissionais de museus – tendo em vista a sua obrigatoriedade por lei.

Uma introdução aos conceitos básicos da documentação em museus é o tema do minicurso Documentação de Acervos Museológicos, que terá os museólogos Juliana Monteiro e Paulo Lima como ministrantes.

Marketing, fomento e educação
Estratégias para a dinamização e a sustentabilidade do setor museológico são o foco do minicurso Marketing Museal, ministrado pelas servidoras do Ibram Rosangela Nuto e Priscila Borges.

O minicurso Fomento para a Área Museológica e a nova Instrução Normativa da Lei Rouanet será ministrado por Adna Teixeira e Rafaela Almeida – também servidoras do Ibram.

Estudos de Público e Educação em Museus é outro minicurso oferecido nesta edição do FNM, sendo ministrado pelos servidores do Ibram Rafaela Gueiros e Alexandre Feitosa.

Os museus no cenário tecnológico contemporâneo são o mote para o minicurso Cultura digital, museus e acervos em rede – ministrado por Dalton Martins e Marcel Ferrante – ambos professores da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Todos os minicursos têm carga horária de 8 horas e acontecem nos dias 31 de maio e 1º de junho, das 16h às 20h. Poderá ser escolhido apenas um minicurso por participante. Confira as ementas de todos os minicursos e faça sua inscrição online para o 7º FNM até 26 de maio.

O Fórum Nacional de Museus acontece entre os dias 30 de maio e 4 de junho no Centro de Eventos da PUC-RS em Porto Alegre, e é organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) – autarquia vinculada ao Ministério da Cultura (MinC).

Fonte: IBRAM

Read Full Post »

O Centro de Eventos da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), em Porto Alegre, receberá a 7ª edição do Fórum Nacional de Museus (FNM) entre os dias 30 de maio e 4 de junho de 2017.

Centro de Eventos da PUC-RS sediará o FNM 2017

Com 5,6 mil metros quadrados, o espaço multifuncional será adequado para receber conferências, painéis, minicursos, grupos de trabalho e programação paralela – como feira de artesanato e estandes com produtos que fazem parte da cadeia produtiva dos museus. Confira a grade de programação.

Além disso, no complexo da PUC-RS também está localizado o Museu de Ciências e Tecnologia da universidade – incluído entre os 10 melhores museus brasileiros em 2016, de acordo com premiação da plataforma TripAdvisor.

FNM 2017
Promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Fórum Nacional de Museus 2017 reunirá estudantes, gestores e os diversos profissionais que atuam na área de museus sob o tema Recomendação Unesco: caminhos para museus e coleções. Saiba mais.

A participação nas atividades do FNM é gratuita – mediante entrega de 1 kg de alimento não perecível no ato de credenciamento. As inscrições online estão abertas até 26 de maio. A partir desta data poderão ser feitas durante o evento.

Mais informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico forumnacionaldemuseus@museus.gov.br ou pelo telefone (61) 3521.4112.

 

Fonte: IBRAM

Read Full Post »

Older Posts »