Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘exposição coletiva’

NA SALA NEGRA: 

ORGANIKA  CRISTINA DALLIGNA

ABERTURA 11/11/2015, às 19:30   VISITAÇÃO 12/10 a 11/12/2015, das14 às 20h.

Acompanho o trabalho da Cristina há muito tempo, percebendo um desenvolvimento e solidez em sua pintura com um vocabulário plástico contemporâneo e uma linguagem abstrata própria. Consegue mesclar elementos figurativos fazendo-se valer de um universo de formas e cores que imprimem sua identidade.  Texto de Fernando Baril

NA SALA ANEXA: 

ARTE EM CERÂMICA  

CLÁUDIO ELY (ORG), CHICO EMIR, CORINA MELLO, DENISE PICKLER, FÁBIO VASCONCELOS, GEOVANE SCHNEIDER, JVELLOSO, LIZ HELENA, LONI RIGOTTI, LU BRUM, LUCIANA VEIGA, MICHELLE BLOEDOW, MIRIELI COSTA, SANDRA RIBEIRO, SUZANA C. NEUBARTH TRINDADE E VIVIAN SIQUEIRA

ABERTURA 11/11/2015, às 19:30   VISITAÇÃO 12/10 a 11/12/2015, das14 às 20h.

A exposição tem como participantes alunos do Atelier Livre Xico Stogkinger da Prefeitura Municipal de Porto Alegre sob orientação do professor Claudio Ely. Este resultado mostra bem a diversidade de expressão cerâmica  na  qual reflete a missão e objetivos do Atelier Livre, que como instituição pública, recebe cidadãos com interesse no fazer artístico, atendendo as mais diversas expectativas. O conjunto de trabalhos apresentados podem ser divididos em fazeres distintos: os pratos são resultados de projeto para o aprendizado da técnica do “baixo -vidrado” do curso intermediário. Nos demais, mostram bem o desenvolvimento de uma linguagem pessoal, espelhando esta pluralidade de artistas alunos que o Atelier Livre recebe nos seus mais de 55 anos de existência.

NA SALA DO ARCO: 

ATUAL E PRESENTE: HOMENAGEM A VASCO PRADO  MARIO CLADERA (ORG), LECY FISHER, MARTA MAIOCCHI, PAULA DE CONTO, SONIA SEIBEL, SUSIE PRUNES, HELIO DE SOUZA.

ABERTURA 11/11/2015, às 19:30   VISITAÇÃO 12/10 a 11/12/2015, das14 às 20h.

Um ano após o centenário de nascimento do escultor gaúcho Vasco Prado, o grupo de artistas que da Oficina Livre de Escultura da Associação dos Escultores do Estado do Rio Grande do Sul, AEERGS, ministrada pelo artista Mario Cladera, apresenta um conjunto de trabalhos que expressam olhares e relfexões sobre a obra deste grande artista. Vasco Prado surge nos anos 40 como o artista modernista do sul, que marcou com sua produção múltipla e radical o cenário local e nacional. Sua obra transcendeu fronteiras e ganhou reconhecimento internacional e o artista foi considerado ícone do modernismo das artes plásticas brasileiras. Contudo, hoje, na sua terra, parece ser ignorado, como se a importância de seu legado fosse sendo apagada pouco a pouco do estudo e da História da Arte local. Entendemos que sua obra deve ser colocada na sua merecida dimensão. Para essa exposição Lecy Fisher, Marta Maiocchi, Paula De Conto, Sônia Seibel, Susie Prunes, Helio de Souza F. e Mario Cladera apresentam um conjunto de trabalhos em diversos materiais; pedra, bronze, terracota, ferros e resinas, compondo um mosaico sobre o universo e temas da obra de do mestre Vasco Prado, tendo a figura humana e o cavalo como imagens provocadoras de abordagens que discorrem sobre o homem, a terra e  suas lendas: um reconhecimento a transcendencia da obra deste artista que ecoa perene na paisagem plástica e visual do sul. Durante o período da exposição será promovido  um encontro a ser divulgado, reunindo pessoas que conviveram com o artista com o objetivo de ampliar o debate e reflexão sobre a importância da obra do escultor Vasco Prado.  Texto de Mario Cladera

NA CIRCULAÇÃO: 

A CIDADE QUE SE QUER  JACQUELINE CUSTÓDIO
ABERTURA 11/11/2015, às 19:30   VISITAÇÃO 12/10 a 11/12/2015, das14 às 20h.

A questão urbana vem tornando-se cada vez mais complexa: a maior parte da população do planeta já vive nas cidades; as mudanças climáticas são uma realidade que assusta a todos. Fica cada vez mais evidente que temos que repensar nossas cidades e a relação que temos com elas. E inspiradas naquilo que crianças querem para Porto Alegre, foram feitas essas imagens. A partir da proposição da professora da 5ª série de duas escolas – uma pública e outra particular -, os alunos foram desafiados a escrever um parágrafo, colocando nele seus sonhos e desejos de uma cidade ideal. Tarefa difícil colocar, em imagens, a imaginação e a realidade de crianças entre 10 e 11 anos, que observam o lugar onde vivem e têm, para com ele, expectativas distintas. Contudo, os muitos desejos em comum desenharam uma cidade limpa, segura, alegre. As mudanças já começam a dar sinal: os espaços públicos são ocupados e ressignificados, a população procura seu espaço nas decisões que vão alterar a configuração urbana, novas soluções são experimentadas. Mas é essencialmente das crianças a Porto Alegre do futuro.

NAS ÁREAS EXTERNAS: 

GEOMETRIA ORGÂNICA  MARCOS VAANDRADE

ABERTURA 11/11/2015, às 19:30   VISITAÇÃO 12/10 a 11/12/2015, das14 às 20h.

Marcos VAANDRADE é ilustrador e escultor, natural de Porto Alegre RS e para comemorar seus vinte anos de trabalho em diversas áreas das artes visuais, criou uma coleção de obras intitulada Geometria Orgânica, onde combina suas habilidades de escultor e designer para compor suas peças. Para a exposição na Galeria Espaço IAB RS o artista selecionou algumas das primeiras peças criadas para esta coleção.

Anúncios

Read Full Post »

Read Full Post »