Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘macrs’

noitemuseus

Porto Alegre recebe no dia 21 de maio a Noite dos Museus. O evento promove um circuito de visitação a oito museus da capital em horário especial, das 19h à meia-noite, em uma experiência que contempla arte e mobilidade urbana. O projeto tem o patrocínio da Telefônica Vivo por meio da plataforma Vivo Transforma e conta com a curadoria do historiador e arqueólogo Francisco Marshall (UFRGS). Foram selecionados o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), Museu de Arte Contemporânea (MACRS), Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, Museu da UFRGS, Memorial do Rio Grande do Sul, Planetário, Pinacoteca Ruben Berta e Fundação Iberê Camargo. A entrada é gratuita.

Além de estarem abertos com as exposições de acervo e temporárias, os espaços terão uma programação musical especialmente selecionada por Marshall com estilos que harmonizam com a linguagem de cada local. O MARGS, por exemplo, receberá música de câmara com atrações como o Quinteto Porto Alegre, formado por instrumentistas do naipe de metais da OSPA, enquanto o Planetário terá conjuntos musicais, que remetem a constelações, como o grupo Marmota Jazz.

Os músicos farão pocket shows no interior dos museus e circularão pela capital se apresentando em mais de um local, trazendo uma experiência disruptiva com o comum para a cidade. Também participam do projeto os violinistas Camilo da Rosa Simões e Brigitta Calloni, o violonista Maurício Marques, os fagotistas Fábio Mentz e Adolfo Almeida, o músico pop experimental Yanto Laitano, o flautista Leonardo Winter, o pianista e compositor Dimitri Cervo ao lado da soprano Andiara Mumbach, o pianista Renato Borba, o guitarrista Nicola Spolidoro, o grupo Irish Fellas,Elias Barboza Quinteto, além do cravo Fernando Cordella com a soprano Cíntia de Los Santos.

A relação do projeto com a música e a inclusão cultural foi o que motivou a Telefônica Vivo a apoiar o projeto. “A Vivo acredita no poder da conexão para transformar a vida das pessoas. Por isso, investe em projetos como o Noite dos Museus, que promove a democratização do acesso à cultura e o envolvimento da comunidade em uma agenda diferenciada e de acesso gratuito” revela a diretora de Gestão Responsável e Sustentável da Telefônica Vivo, Heloísa Genish.

As visitações contam com apoio de monitores do Curso de Museologia da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico), coordenados pela Profa. Dra. Lizete Dias de Oliveira, em um projeto de extensão da UFRGS. A iniciativa ainda pretende integrar as experiências da cidade, trazendo oportunidades de que o público conheça novos meios de se deslocar à noite. Serão indicadas diversas opções de circulação pela capital que incluem caminhos de ciclovia para percorrer de bicicleta, trajetos a pé e linhas de ônibus.

Realizado pela primeira vez no Brasil pela produtora Rompecabezas, a Noite dos Museus é inspirada no já tradicional evento europeu Lange Nacht Der Museen (A Longa Noite dos Museus), que existe há 19 anos em Berlim, na Alemanha. A iniciativa tem como objetivo incentivar a visitação de museus da Capital, atraindo novos públicos, e mostrando à população que conhecer um espaço de memória está longe de representar uma visita a um local estático, responsável apenas por conservar relíquias. É uma verdadeira festa dos museus na cidade!

Com esta proposta, crianças, jovens e adultos poderão percorrer as diferentes salas de exposições, apreciar suas coleções, assistir a visitas guiadas, além de desfrutar gratuitamente de diferentes apresentações musicais. “Os museus educam por associações múltiplas, despertando intuições, evocativamente, misturando lembranças imprecisas com fortes impressões. São espaços que refletem as subjetividades de uma cidade e de uma história pluricultural múltipla”, reflete Rodrigo Nascimento, diretor da Rompecabezas.

VIVO TRANSFORMA
O projeto Noite dos Museus integra a plataforma Vivo Transforma, criada pela empresa em 2015 para promover a democratização do acesso à cultura e o envolvimento das comunidades em iniciativas voltadas essencialmente à música. Em 2016, serão mais de 90 projetos apoiados por meio das leis de incentivo fiscal, em diferentes regiões do país, com foco em transformação social, revelação de novos talentos e valorização da cultura nacional. Somente no Rio Grande do Sul, um dos principais estados contemplados, a Telefônica Vivo prevê aplicar mais de 5 milhões de reais em pelo menos dez projetos e beneficiar milhares de pessoas, entre artistas e público participante.

ROMPECABEZAS
A Rompecabezas é uma empresa focada em live entertainment e branded content responsável pela criação, produção e realização de eventos que proporcionam experiências diferenciadas e que conectam pessoas, em que a música destaca-se como a sua principal plataforma. Com mais de sete anos de atuação, a Rompecabezas é responsável também pela produção de grandes artistas e companhias internacionais, a exemplo de Fuerza Bruta, Julieta Venegas, Carla Bruni, Fito Paez, Café de los Maestros, dentre outros.

NOITE DOS MUSEUS #1
Sábado, dia 21 de maio de 2016, das 19hs à meia noite
Circuito de visititação de museus de Porto Alegre em horários diferenciados.
Classificação etária: Livre
Realização: RompeCabezas Entretenimento Produtora
Patrocínio: Vivo
Financiamento: Pró-Cultura RS – Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Apoio institucional: Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Casa de Cultura Mario Quintana

Evento: http://bitly.com/NoitedosMuseus_POA
Facebook: Noite dos Museus
Site: www.noitedosmuseus.com.br

Informações e dúvidas pelo telefone (51) 3398 4175 ou pelo email contato@rompecabezas.com.br

LOCAIS
>>> Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS
Praça da Alfândega – Centro Histórico – Porto Alegre/RS
>>> Memorial do Rio Grande do Sul
Praça da Alfândega – Centro Histórico – Porto Alegre/RS
>>> Museu de Arte Contemporânea – MACRS
Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre/RS
>>> Pinacoteca Ruben Berta
Rua Duque de Caxias, 973 – Centro Histórico – Porto Alegre/RS
>>> Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo
Rua João Alfredo, 582 – Cidade Baixa – Porto Alegre/RS
>>> Museu da UFRGS
Av. Osvaldo Aranha, 277 – Bom Fim – Porto Alegre/RS
>>> Planetário
Av. Ipiranga, 2000 – Santana – Porto Alegre/RS
>>> Fundação Iberê Camargo
Av. Padre Cacique, 2000 – Cristal – Porto Alegre/RS

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO MUSICAL COMPLETA DO EVENTO
Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS – Música de câmara
– Quinteto Porto Alegre formado por grupo de metais da OSPA, de muito impacto
– Camilo da Rosa Simões e Brigitta Calloni com duo de violinos, virtuoses
– Maurício Marques, violonista virtuose interpretando música do Rio Grande do Sul

Museu de Arte Contemporânea – MACRS – Música contemporânea
– Fábio Mentz e Adolfo Almeida, fagotistas da OSPA, com improvisos pela área expositiva
– Yanto Laitano, músico pop com elementos de vanguarda musical
– Nicola Spolidoro, guitarrista

Pinacoteca Ruben Berta – Música para piano e voz, e piano solo
– Dimitri Cervo no piano e a soprano Andiara Mumbach
– Renato Borba, com piano brasileiro

Memorial do Rio Grande do Sul – Música étnica e nostálgica
– Quinteto Porto Alegre formado por grupo de metais da OSPA, de muito impacto
– Conjunto Irish Fellas, com música tradicional irlandesa em formato blue grass
– Elias Barboza Quinteto, fina flor do choro em Porto Alegre
– Marmota Jazz, conjunto de jazz instrumental

Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo – Choro, música de Porto Alegre e folclore
– Elias Barboza Quinteto, fina flor do choro em Porto Alegre
– Maurício Marques, violonista virtuose com repertório de milongas
– Conjunto Irish Fellas, com música tradicional irlandesa em formato blue grass

Planetário – Com conjuntos musicais, constelações
– Fernando Cordella (cravo) e Cíntia de Los Santos (soprano)
– Marmota Jazz, conjunto de jazz instrumental
– Nicola Spolidoro, guitarrista

Museu da UFRGS – Com músicos da UFRGS
– Leonardo Winter, com solo de flauta transversa
– Dimitri Cervo no piano e a soprano Andiara Mumbach
– Camilo da Rosa Simões e Brigitta Calloni com duo de violinos, virtuoses

Fundação Iberê Camargo – Música moderna e contemporânea
– Camilo da Rosa Simões e Brigitta Calloni com duo de violinos, virtuoses
– Leonardo Winter, com solo de flauta transversa
– Maurício Marques, violonista virtuose com obras de Villa-Lobos
– Fábio Mentz e Adolfo Almeida, fagotistas da OSPA, com improvisos pela área expositiva

Anúncios

Read Full Post »

O Governo do Estado, a Secretaria da Cultura e o Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul convidam para a exposição

DA MATÉRIA SENSÍVEL – AFETO E FORMA NO ACERVO DO MACRS


A invisibilidade ganha corpo. Vira matéria.
Transforma-se em poesia. E então o imaterial
abre espaço para pensarmos o próprio material.

Ao compreender que matéria é mais do que matéria
bruta, aquilo que constitui o corpo, a preenchemos
de sentido, sensibilidade e performatividade. Tudo
aquilo que tocamos, também nos toca. Nesse
encontro a matéria age, atua, per-forma.

Para Bruno Latour, a performatividade explora o
entre, o que acontece quando corpos ou objetos são
deixados à ação. Assim, agir seria permitir que algo
ou alguém trabalhe através da forma. E deixar que a
forma fale por si mesma.

Da pedra à pele, do tecido ao vidro, do ferro à luz, a
partir de fungos ou do plástico. Da Matéria Sensível
se propõe a explorar diferentes maneiras de dar forma
à sensibilidade, ativando realidades e expandindo
potencialidades de coisas e seres.

Bruna Fetter
Curadora e membro do Comitê de Acervo e Curadoria do MACRS

ARTISTAS:

Adauany Zimovski
Antônio Augusto Bueno
Claudia Hamerski
Carla Borba
Carlos Asp
Ío (Laura Cattani e Munir Klamt)
Ismael Monticelli
Karin Lambrecht
Keyla Sobral
Lilian Maus
Marion Velasco
Milton Kurtz
Ricardo Cristofaro
Rochele Zandavalli
Romy Pocztaruk
Shirley Paes Leme
Tony Camargo
Vera Chaves Barcellos

Entrada Franca

Read Full Post »

O DESENHO NO ACERVO DO MACRS

O Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul inaugura na próxima sexta-feira dia 27 de junho de 2014, às 19h, a exposição Volúpia Construtiva – Prazer e Ordenamento em Desenho sobre Papel no Acervo do MACRS, apresentando 32 artistas da coleção do Museu, entre trabalhos históricos e aquisições recentes, com curadoria de Eduardo Veras, na galeria Sotero Cosme. Visitação até 10 de agosto.

Não é raro que o desenho e o gesto de desenhar apareçam associados à livre expressão criativa. Haveria uma espécie de ventura – um prazer, uma alegria – na experiência de meramente tomar um lápis e fazê-lo percorrer o espaço em branco.

Tampouco é incomum que o desenho seja compreendido como um dos meios mais eficazes para a formulação ou o desenvolvimento de uma ideia. O desenho se presta bem para arquitetar pensamentos. Não por acaso, seguidamente, apresenta-se como sinônimo de projeto.

Mais estranho é que essas duas forças – a glória de fazer brotar imagens no papel e a virtude da elaboração intelectual – sejam percebidas em alinhamento, correndo em um mesmo sentido. Daí o mote desta exposição.

Volúpia construtiva examina como, no mesmo plano, com frequência se combinam vetores que apenas na aparência estariam em oposição. Essa percepção emerge de uma pesquisa junto ao acervo do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul. Não corresponde a um levantamento exaustivo da seção de desenhos dessa coleção, menos ainda equivale a um panorama da produção rio-grandense em torno dessa categoria de trabalhos ou de suas possibilidades expandidas. Propõe antes um recorte que sinaliza o convívio – por vezes tensionado – entre a volúpia criativa e o ordenamento construtivo.

Eduardo Veras

Professor do Instituto de Artes da UFRGS e membro do Comitê de Curadoria e Acervo do MACRS

ARTISTAS PARTICIPANTES: ALEXANDRE COPÊS, ALEXANDRE MOREIRA, ANANDA KUHN, ANICO HERSKOVITS, CARLOS ASP, DUDI MAIA ROSA, EDUARDO HAESBAERT, EDUARDO KICKHÖFEL, EDUARDO NASI, EDU OLIVEIRA, ELAINE TEDESCO, ELOAR GUAZZELLI, GERSON REICHERT, GISELA WAETGE, GUILHERME DABLE, JAILTON MOREIRA, JANDER RAMA, JOÃO LUIZ ROTH, JORGE MENNA BARRETO, LEÓN FERRARI, LUCIANO ZANETTE, MÁRCIA TIBURI, MARCOS FIORAVANTE, MARTA PENTER, MAYANA REDIN, MILTON KURTZ, ROGÉRIO LIVI, ROSELI JAHN, SONIA LABOURIAU, TADAO ANDO, TERESA POESTER, VIVIANE PASQUAL.

SERVIÇO:
Abertura da exposição dia 27 de junho de 2014 às 19h.
Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul
Galeria Sotero Cosme, Rua dos Andradas, 736, 6º andar,
Casa de Cultura Mario Quintana
Visitação de 28 de junho a 10 de agosto de 2014.
Segunda das 14h às 18h, de terça a sexta das 10h às 19h, sábados, domingos e feriados das 12h às 19h.
Informações: +55 51 3221 5900 / E-mail: mac@sedac.rs.gov.br
ENTRADA FRANCA

Read Full Post »